terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011

O que é um jardim de infância?

O que é um jardim de infância?




Os jardins de infância são considerados estabelecimentos de educação pré-escolar. É aí que começa a primeira etapa de educação básica, que se destina a crianças.

Cada estabelecimento é coordenado por um director pedagógico.

Este terá de ser, obrigatoriamente um educador de infância, ou um técnico de educação, reconhecido para tal, pelo Ministério de Educação.



Como escolher um jardim de Infância?



Localização:

Para garantir todas as condições de segurança e salubridade, estes não podem estar localizados:

- Sob linhas aéreas,

- No raio de influência de estabelecimentos industriais,

- Na proximidade de lixeiras e aterros sanitários,

- Na proximidade de aeroportos e estabelecimentos militares.



Condição de instalação:

- Os espaços destinados ás crianças devem estar ao nível do piso térreo,

- As instalações devem estar preparadas tanto no interior como no exterior, para receber crianças com mobilidade condicionada.



Protecção e segurança das instalações:

Para o jardim de infância estar bem protegido contra incêndios é essencial:

- Que a cozinha ou a biblioteca estejam fisicamente separados,

- Existir meios de combate suficientes (extintores),

- As vedações e as guardas utilizadas, devem ter uma altura de protecção adaptada às crianças que as vão utilizar: Mais: devem ser resistentes e esteticamente agradáveis.

- As instalações e os equipamentos eléctricos devem ser bem concebidos e estar fora do alcance das crianças, para evitar acidentes como electrocussões, explosões ou queimaduras.

- As instalações e os equipamentos de gás devem ser concebidos e localizados de forma a reduzir o risco, por exemplo, de asfixia, intoxicação, explosão ou queimadura.



Acabamentos dos pavimentos e paredes:

Os materiais e revestimentos dos espaços, devem ser:

- Confortáveis, resistentes, não tóxicos, não inflamáveis e de fácil manutenção,

- Ser concebidos e aplicados de forma a evitar escorregamento, quedas por obstrução ou desamparo,

- Não devem apresentar arestas cortantes, nem ter esquinas com ângulos vivos, saliências ou superfícies rugosas que possam ferir as crianças.



Espaços obrigatórios:

- Vestiário e instalações sanitárias para crianças,

- Sala polivalente,

- Cozinha,

- Refeitório,

- Gabinete, incluindo o espaço necessário para arrumar o material didáctico,

- Espaços de jogos ao ar livre.



Refeitório:

Neste espaço, as palavras de ordem são a limpeza e a higiene.

Na hora das refeições, as crianças devem ser acompanhadas, não só por auxiliares de acção educativa, mas também por alguns educadores.



Recreios ou espaços de jogos:

Os recreios devem ser vigiados por adultos (em função do número de crianças e das suas idades),

Lotação:

Cada sala deve ter entre 20 e 25 crianças, admitindo-se, porém duas excepções:

- Não pode haver mais do que 15 crianças por educador, quando houver um grupo homogéneo de crianças de 3 anos;



Equipamentos:

Para responderem às necessidades e aos interesses das crianças, devem:

- Ser adequados à idade das crianças,

- Resistentes,

- Obedecer as normas de segurança,

- Servir para diversas utilizações,

- Feitos de preferência com materiais naturais ou reciclados.



Mobiliário:

Mobiliário considerado indispensável:

- Cadeiras,

- Mesa de apoio com tampo lavável,

- Armários,

- Estantes,

- Expositores para biblioteca e de parede,

- Recipiente de lixo.



Material didáctico, de apoio e de consumo:

O material didáctico é composto por:

- Jogos de manipulação motora, de construção, de encaixe, de regras e de classificação lógica;

- Dominós e lotos,

- Balança e acessórios para culinária,

- Letras móveis,

- Enciclopédias, livros infantis, postais e imagens,

- Fantoches,

- Mobiliário e equipamento para as casas das bonecas, vestuário e bonecos,

- Carrinhos,

- Tapete,

- Material de música,

- Etc….

O material de apoio deve incluir:

- Caixa de primeiros socorros,

- Gravador áudio e cassetes,



O material de consumo contempla:

- Pigmentos de cor,

- Tesouras e colas,

- Barro e plasticina,

- Pincéis,

- Lápis de cor, marcadores, grafite,

- Aventais,

- Etc….



Transporte escolar:

O transporte escolar não é obrigatório e o seu custo é muito variável. Em todos os casos, deve assegurar-se que existe um lugar para cada criança, e de que todos tem um cinto de segurança ou outro sistema de retenção. Além do motorista as crianças devem ser acompanhadas durante todo o percurso por um adulto.



Manutenção e fiscalização:

Para assegurar a todas as crianças o acesso à educação pré-escolar, independentemente do nível socioeconómico das famílias, o Estado é responsável por apoiar financeiramente todos os jardins de infância pertencentes à rede pública. Para garantir a qualidade do serviço prestado e o seu bom funcionamento, todos os jardins de infância têm de aplicar as orientações curriculares e respeitar o número de crianças por sala e por educador.



O Livro de Reclamações é obrigatório em todos os estabelecimentos.

Modelos pedagógicos e àreas de conteúdos
Lenita, Bina, Xana

Sem comentários:

Enviar um comentário